quarta-feira, 29 de julho de 2009

SELO DE PORTUGAL LANÇA CD AO VIVO DA CLÁSSICA BANDA STRESS

Assista entrevista clássica de Roosevelt Bala no final do texto


"Aqui está o primeiro lançamento de 2009 da editora Metal Soldiers Records. Este CD contem 11 músicas gravadas ao vivo no Brasil em Maio de 2005 mais 04 músicas retiradas de uma demo da banda gravada na gloriosa decada de 80, mais concretamente em 1986 e para fechar com chave de ouro a editora decidiu incluir uma música gravada em 2005 e que nunca saiu em CD cujo nome é Coração de Metal. Esta música que finaliza este CD é um autentico hino ao Heavy Metal de todo o mundo.
A banda canta em Português e são oriundos do Brasil, mais concretamente da Amazônia. QUEM DIRIA! Esta banda que já existe desde a década de 70 lança agora o seu primeiro CD ao vivo com um total de 16 músicas de puro Heavy Metal. Compra já este CD por apenas 10,00 Euros mais portes e recebe inteiramente grátis 01 crachá oficial dos STRESS de 38 mm. Veja os meus outros leilões e tente poupar nos portes de correio. Os portes mencionados neste negócio são para correio normal nacional. Boas compras. "


Importância da Stress para o Heavy Metal brasileiro

Em 1974, a juventude brasileira sofria com a pressão militar, firmada pelo Ato Institucional número 05 (AI-5). Mas mesmo assim, o Rock’n’roll era o ritmo reinante e que, em todas as suas manifestações, incitava o espírito de todos.
Foi nesse ano, inspirado por bandas como Led Zepellin e Deep Purple, que os amigos paraenses: André Chamon (bateria), Leonardo Renda (teclado), Roosevelt Bala (vocal), Wilson Mota (guitarra) e Paulo Lima (baixo), todos na faixa dos 14/15 anos de idade começaram a conversar sobre música e também começaram a empreitada musical. “Nós íamos de casa em casa, quando sabíamos que havia um garoto que tinha discos de rock. Chegávamos sem avisar, e acabávamos fazendo grandes amizades”, afirmou Roosevelt Bala, futuro incentivador dessas missões e também futuro baixista da banda Stress.
Nessa época, no final da década de 1970, as bandas brasileiras, principalmente as de São Paulo, demonstravam forte influência do Hard Rock; mas não poderiam ser consideradas de Heavy Metal. “A Rita Lee estava com a banda Tutti Futti e ainda existia o Made in Brazil. Mas nenhuma dessas, como outras, eram de Heavy Metal”, disse Bala.
Então para aqueles garotos paraenses era o grande momento de fazer História. E a partir de 1974, surge a banda Stress, que antes se chamava Pinngo (com dois “n” mesmo) D’água, porque o bumbo de André parecia um pingo d’água. Alguns anos depois passaria a se chamar Stress. E em 1982, já com Bala nos vocais e no baixo, lançaria o primeiro disco de Heavy Metal do Brasil.
Ainda segundo Bala, a cena roqueira de Belém começava a se desenrolar no início dos anos 80. “Nós emprestávamos instrumentos para as primeiras bandas punks de Belém, como o Insolência Pública”. Demonstrando, que não havia rivalidade entre os punks e os headbangers da cidade.
O disco foi gravado na cidade do Rio de Janeiro e lançado em 1982, em um grande evento no campo da Curuzú, para 20 mil pessoas. Além disso, houve outro show histórico, no início de 1983, no Circo Voador (RJ) para a mesma quantidade de pessoas.
Depois de toda essa comoção, os músicos paraenses foram morar na cidade maravilhosa, aproveitando o momento marcante de abertura política e também para o rock nacional. Se apresentando junto com as várias bandas, que estavam começando na época, como Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, entre outras.
Mas havia um entrave na sonoridade da banda Stress, não era o som típico para as rádios convencionais de música pop, pois não se enquadrava no New Wave, som típico da época.
Mesmo assim, os músicos eram reconhecidos como heróis para as bandas de Heavy Metal, que também iniciavam. “Os mineiros do Sepultura nos convidaram para escutar algumas músicas, que eles estavam compondo”, relatou Bala.
Atualmente, a banda Stress é a grande estrela do documentário “Brazil Heavy Metal, que será lançado no final de 2009, que contará a História do Heavy Metal no Brasil.
Entrevista clássica de Roosevelt Bala para a jornalista Adelaide Oliveira (TV CULTURA do Pará)


video

Nenhum comentário: